TRÍDUO DE SÃO LEOPOLDO  MANDIC 2001

1º DIA  DO  TRÍDUO

1. MOTIVAÇÃO

Com.

Iniciamos, hoje, o tríduo a são Leopoldo Mandic, o padroeiro e intercessor muito querido da nossa Paróquia. São Leopoldo  é o santo da misericórdia e da compaixão, cujo apostolado restaurou muitos corações aflitos e desesperados, através do sacramento da confissão. Em sua vida não se limitava a ajudar individualmente algumas pessoas, mas a todos que precisavam de acolhimento e de ajuda. Neste primeiro dia da novena queremos refletir sobre o tema da misericórdia divina e experimentar o amor infinito do Pai para cada um de nós e para toda a humanidade. De coração aberto e alegre, iniciemos esta celebração, de pé, pedindo a presença da Santíssima Trindade entre nós e em cada um de nós, cantando.

2. CANTO: Deus trino

Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui. (bis)

Para louvar e agradecer, bendizer e te adorar, estamos aqui, Senhor, ao teu dispor.

Para louvar e agradecer, bendizer, adorar, te aclamar: Deus trino de amor!

3. ACOLHIDA

Cel.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Todos

Amém.

Cel.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do divino Espírito Santo estejam sempre convosco.

Cel.

Bendito seja Deus para sempre.

4. SÚPLICA A SÃO LEOPOLDO

Leitor

Ó nosso glorioso são Leopoldo, vaso eleito dos dons do Divino Espírito Santo per vós distribuídos com grande abundância em tantas almas, alcançai-nos a libertação dos sofrimentos e aflições que nos oprimem e de termos forças de suportar tudo com paciência a fim de ganharmos muitos merecimentos para o céu.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Leitor

Deus nos fala de muita formas e maneiras. A vida e o testemunho de são Leopoldo  mostram o grande amor de Deus, que experimentamos no perdão oferecido e recebido a cada dia. Vamos orar em silêncio, enquanto ouviremos o canto, e pedir as graças necessárias para bem vivermos a nossa vida de fé e o nosso compromisso de pais e cidadãos. Pela poderosa intercessão de são Leopoldo peçamos uma vida santa, livre de todas as tentações e tribulações que nos atormentam.

PEDE-SE   A   GRAÇA   NECESSÁRIA

5. PAI NOSSO -  AVE  MARIA  -  GLÓRIA 

Leitor 

Ó nosso glorioso são Leopoldo, que durante vossa vida mortal nutristes grande amor para com a Virgem Maria e fostes correspondido com tantos favores, agora que sois feliz junto a Ela, rogai por nós a fim de que a mesma Virgem Maria olhe para nossas misérias, mostrando-se sempre nossa mãe misericordiosa.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Leitor 

Ó nosso glorioso são Leopoldo, que tivestes tanta compaixão dos sofrimentos humanos e confortastes tantos aflitos, vinde em nosso auxílio: por vossa bondade não nos abandoneis, mas consolai-nos, concedendo-nos as graças que vos pedimos. Amém

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

PEDE-SE   NOVAMENTE   A   GRAÇA   NECESSÁRIA

Cel.

Aceitai, Senhor, nossa humilde oração. Nós a apresentamos a Ti, por intercessão de são Leopoldo Mandic, com a confiante esperança de que seremos atendidos. Por Cristo nosso Senhor.

6. CANTO DE MEDITAÇÃO: Tua bênção

Tua bênção, Senhor, nos ilumine;

tua bênção, Senhor, sobre nós brilhe.

Teu poder encerra paz e retidão.

Bênçãos e frutos por todo este chão. (bis)

Deus se compadece e de nós se compras, 

em nós resplandece seu rosto de paz.

Pra que o povo todo encontre o caminho

e os povos descubram teu eterno carinho.

Que todos os povos te louvem, Senhor, 

que todos os povos te cantem louvor!

Por tua justiça se alegram as nações,

com ela governas da praia aos sertões.

7. A VIDA DO PADROEIRO 

Com.

São Leopoldo fez de sua vida um instrumento coerente e alegre de serviço ao reino de Deus e aos irmãos. Vamos conhecer um pouco da vida do nosso padroeiro.

Leitor

Leopoldo nasceu no dia 12 de maio de 1866 em Castelnovo, atualmente terra iugoslava. A família, bastante numerosa, era pobre, possuindo somente o necessário para uma vida digna. Ele era o último de doze filhos. Desde pequeno, recebeu dos pais uma profunda formação cristã, através do exemplo e da oração. Esta foi a grande herança de sua vida. Certas vezes, jogando com seus colegas, à frente da casa, faziam aposta de patacões. Um deles perdeu tudo o que tinha e ficou com raiva. Num momento de ira proferiu um palavrão. O pequeno Leopoldo tirou do bolso todos os seus patacões e os deu ao colega  de pouca sorte, dizendo: “São todos teus se prometeres que nunca mais dirás palavrões”. Deu-lhe tudo que havia e se abraçaram, firmando um pacto de amizade e respeito.
Quando nasceu, era tão magrinho e raquítico que só depois de um mês puderam batizá-lo com o nome de Bogdan, que significa “Dom de Deus”. Um nome oportuníssimo. Para Bogdan, aquela será sempre a sua primeira amizade e a essa todas as outras serão subordinadas.
É fácil sonhar, mas difícil é realizar os sonhos. Bogdan partiu para o seminário em 1882 e, dois anos depois para o convento de Bassano del Grappa para fazer o noviciado. Frei Leopoldo enfrentou-a com coragem todo este tempo de preparação, enquanto outros colegas desistiam. Depois do noviciado, retornou aos estudos com um empenho que lhe podia vir  somente de um ideal e de um propósito especial. Foi ordenado sacerdote em 20 de setembro de 1890 em Veneza. A partir deste dia, tinha em mão, para os amigos e penitentes que chegaram numerosos um instrumento de valor imenso: o poder de perdoar os pecados em nome de Jesus Cristo.
Padre Leopoldo atraia amigos com sua bondade. Uma bondade exagerada, segundo os que conviviam com ele. Nesses casos, ele indicava o crucifixo e dizia: “E Ele então? Ele chegou a morrer pelas almas!” E se encorajava a ser mais ainda rico de bondade e de coração para com seus penitentes amigos, mesmo com prejuízo para sua já fraca saúde.
Além dos penitentes, padre Leopoldo sabia de encontrar em cada convento o altar do Santíssimo e àquele de Nossa Senhora. Eram os seus preferidos para as visitas e as orações. Pois é belo haver amigos na terra, mas é consolador saber tê-los no céu. Para o santo, Deus Pai era “o Patrão Abençoado” e Nossa Senhora “a Patroa Abençoada”. Pelo “Patrão” enfrentava tudo. Dizia: “se Ele quer assim, então está bem”. Tudo fazia a fim de procurar para “o Patrão Abençoado”, tantos amigos, quantos eram os seus penitentes. Quanto à “Patroa”, o seu confessionário podia ser pobre e frio, mas ele fazia o possível para que a imagem dela fosse sempre adornada de flor natural. A ela fazia oração sem interrupção e lhe confiava os casos mais difíceis, seus ou de penitentes-amigos.

Com.

Jesus é o Deus compassivo que nos liberta de todas as nossas enfermidades, físicas ou espirituais. De pé ouçamos a sua palavra, com devoção e confiança, cantando.

8. CANTO DO EVANGELHO: Eu vim para escutar

Eu vim para escutar tua palavra, tua palavra, tua  palavra de amor.

Eu gosto de escutar tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor.

Eu quero entender melhor tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor.

O mundo ainda vai viver tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor.

Cel.

O Senhor esteja convosco

Todos

Ele está no meio de nós

Cel.

Boa notícia de Jesus Cristo narrada por são Lucas  (17, 11 – 19)

Todos

Glória a vós Senhor

Cel.

“Sempre em caminho para Jerusalém, Jesus passava pelos os confins da Samaria e da Galiléia. Ao entrar numa aldeia, que pararam ao longe e elevaram a voz, clamando: “Jesus, mestre, tem compaixão de nos!”. Jesus viu-os e disse lhes: “Ide mostrai-vos ao sacerdote”. E quando eles iam andando, ficaram curados. Um deles, vendo-se curado, voltou, glorificando a Deus em voz alta. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradecia. E era um samaritano. Jesus lhe disse: “Não ficaram curados todos os dez? Onde estão os outros nove? Não se achou se não este estrangeiro que voltasse para agradecer a Deus!”. E acrescentou: ”Levanta-te, e vai, tua fé te salvou”. - Palavra da salvação

Todos

Glória a vós, Senhor.

Todos

Creio em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra...

9. ORAÇÃO DA COMUNIDADE

Cel.

Deus é amor infinito. Peçamos, junto com nosso padroeiro, por nós aqui presentes e pelas necessidades da igreja e do mundo inteiro, rezando: nós vos pedimos, Senhor!

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, despertai em nós o dom da oração e do recolhimento e o cumprimento da vossa divina vontade.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos a misericórdia, o perdão e a ajuda nas horas das tentações.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, fazei que nos levantemos dos nossos pecados e nos lembremos da vossa presença.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, alimentai em nós a firme vontade de servir a nossa comunidade paroquial e o amor ao sacrifício da santa missa.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, despertai em nós o espírito da obediência, da castidade, da pobreza, da humildade e da abnegação.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos a vitória sobre as paixões.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, reavivai em cada um de nós o amor e a devoção ao imaculado coração de Maria.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, concedei-nos a misericórdia do vosso coração na hora de nossa morte.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, protegei o nosso Brasil e ajudai-nos a praticar a justiça e a solidariedade, para sermos uma pátria de irmãos.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, chamai à conversão todos os pecadores e refazei a unidade da igreja, reconduzindo para o rebanho quem se afastou dela.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos sacerdotes dedicados  e zelosos em sua ação pastoral; verdadeiros amigos de todos .

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai o consolo a todos os enfermos, sofredores e desesperados.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai alívio as almas que sofrem no purgatório.

Cel.

Aceitai, Senhor, nossa humilde oração que te apresentamos por intercessão de são Leopoldo, com a confiante esperança de que seremos atendidos em nossa súplica confiante. Por Cristo nosso Senhor.

(após  a  comunhão)

RITOS FINAIS

Cel.

Oremos, agradecendo a Deus por esta celebração da fé e da esperança.

Todos

Ó Deus, Pai bom e misericordioso, nós te agradecemos porque continuamente renovas e vivificas a tua igreja, despertando novos santos em seu seio. Eles imitaram perfeitamente a Jesus aqui na terra, reproduzindo em suas próprias vidas o mistério pascal do teu Filho, e agora, perto de ti, na glória da eternidade, continuam sendo nossos modelos e intercessores. Através de teus santos fazes resplandecer a nossos olhos a infinita variedade e riqueza dos dons do teu Espírito de amor. Nós te suplicamos, Senhor, a graça de podermos trilhar o caminho que são Leopoldo nos indicou, para que no fim da nossa vida na terra possamos, possuir e ser possuídos por tua luz e tua glória, que serão a nossa eterna felicidade. Por Cristo nosso Senhor. Amém

Cel.

O Senhor esteja convosco.

Todos

Ele está no meio de nós.

Cel.

Abençoe-vos Deus todo poderoso, em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

Todos

Amém.

Cel.

Louvado seja  nosso Senhor Jesus Cristo

Todos

Para sempre seja louvado.

10. CANTO FINAL: Quero e preciso

Eu sei, teu espírito está agindo, passo a passo 

sei que encontrarei tua vontade em minha vida.

Rompe dentro em mim um amor inovador,

sinto gosto em tua palavra, amor à hóstia consagrada.

Eu quero te louvar com todo o meu ser,

de toda a minha alma, mesmo sem entender.

Preciso te seguir, tua vontade tem que acontecer (2x)

Eu sei, não pertenço a este mundo, tenho fome e sede do Senhor.

Alimento que vem do lugar que sou. Treme o meu ser e teme o meu viver.

Eu sei: Tu és o meu senhor, da minha vida és o salvador.

 

2º DIA  DO  TRÍDUO

1. MOTIVAÇÃO

Com.

Estamos celebrando o tríduo a são Leopoldo Mandic, padroeiro e intercessor muito querido da nossa Paróquia. São Leopoldo  é o santo da misericórdia e da compaixão, cujo apostolado restaurou muitos corações aflitos e desesperados, através do sacramento da confissão. Em sua vida não se limitava a ajudar individualmente algumas pessoas, mas a todos que precisavam de acolhimento e de ajuda. Neste primeiro dia da novena queremos refletir sobre o tema da misericórdia divina e experimentar o amor infinito do Pai para cada um de nós e para toda a humanidade. De coração aberto e alegre, iniciemos esta celebração, de pé, pedindo a presença da Santíssima Trindade entre nós e em cada um de nós, cantando.

2. CANTO: Deus trino

Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui. (bis)

Para louvar e agradecer, bendizer e te adorar, estamos aqui, Senhor, ao teu dispor.

Para louvar e agradecer, bendizer, adorar, te aclamar: Deus trino de amor!

3. ACOLHIDA

Cel.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Todos

Amém.

Cel.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do divino Espírito Santo estejam sempre convosco.

Cel.

Bendito seja Deus para sempre.

4. SÚPLICA A SÃO LEOPOLDO

Leitor

O nosso glorioso são  Leopoldo, que fostes enriquecido pelo Pai celeste de tantos tesouros de graça em favor de quantos a vós recorrem, alcançai-nos uma fé viva e uma caridade ardente, para que estejamos sempre unidos a Deus, através de sua graça.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Cel.

Ó nosso glorioso são Leopoldo, instrumento perfeito do Divino salvador de sua infinita misericórdia no sacramento da reconciliação, alcançai-nos a graça de aproveitarmos bem deste sacramento, para termos nossa alma livre de todo pecado e realizarmos em nós a perfeição a que Ele nos chama.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Leitor

Ó nosso glorioso são Leopoldo, vaso eleito dos dons do Divino Espírito Santo per vós distribuídos com grande abundância em tantas almas, alcançai-nos a libertação dos sofrimentos e aflições que nos oprimem e de termos forças de suportar tudo com paciência a fim de ganharmos muitos merecimentos para o céu.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Leitor

Deus nos fala de muita formas e maneiras. A vida e o testemunho de são Leopoldo  mostram o grande amor de Deus, que experimentamos no perdão oferecido e recebido a cada dia. Vamos orar em silêncio, enquanto ouviremos o canto, e pedir as graças necessárias para bem vivermos a nossa vida de fé e o nosso compromisso de pais e cidadãos. Pela poderosa intercessão de são Leopoldo peçamos uma vida santa, livre de todas as tentações e tribulações que nos atormentam.

PEDE-SE   A   GRAÇA   NECESSÁRIA

5. PAI NOSSO -  AVE  MARIA  -  GLÓRIA 

Leitor 

Ó nosso glorioso são Leopoldo, que durante vossa vida mortal nutristes grande amor para com a Virgem Maria e fostes correspondido com tantos favores, agora que sois feliz junto a Ela, rogai por nós a fim de que a mesma Virgem Maria olhe para nossas misérias, mostrando-se sempre nossa mãe misericordiosa.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Leitor 

Ó nosso glorioso são Leopoldo, que tivestes tanta compaixão dos sofrimentos humanos e confortastes tantos aflitos, vinde em nosso auxílio: por vossa bondade não nos abandoneis, mas consolai-nos, concedendo-nos as graças que vos pedimos. Amém

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

PEDE-SE   NOVAMENTE   A   GRAÇA   NECESSÁRIA

Cel.

Aceitai, Senhor, nossa humilde oração. Nós a apresentamos a Ti, por intercessão de são Leopoldo Mandic, com a confiante esperança de que seremos atendidos. Por Cristo nosso Senhor.

6. CANTO DE MEDITAÇÃO: Envia teu espírito Senhor

Envia teu espírito, Senhor, e renova a face da terra! (bis)

Bendizei, minha alma, ao Senhor!

 Senhor meu Deus, como és tão grande!

  Como são numerosas tuas obras, Senhor, 

a terra está cheia de tuas criaturas.

Seja ao Senhor eterna glória,

  alegre-se ele em suas obras!

  Que o meu canto ao Senhor seja agradável.

É nele que está minha alegria.

7. A VIDA DO NOSSO PADROEIRO

Com.

São Leopoldo fez de sua vida um instrumento coerente e alegre de serviço ao reino de Deus e aos irmãos. Vamos conhecer um pouco da vida do nosso padroeiro.

Leitor 

A entrar na vida religiosa e sacerdotal, Bogdan foi animado de um sonho especial: ser missionário um dia na sua terra, rica de História, mas, sobretudo rica de contrastes religiosos. Que linda missão: fazer retornar à Igreja católica, quantos se separaram dela. Mas aquele sonho não se realizou na forma que ele se propôs. Como se poderia mandar à dura vida de missão, uma criaturinha assim tão frágil? Deu-se então por vencido? O amor não é menos operoso que a inteligência. Padre Leopoldo encontrou o seu modo de ser missionário: cada penitente que entrava no confessionário vinha invisivelmente acompanhado. Padre Leopoldo o escutava, o orientava com carinho e o absolvia. Por eles rezava e oferecia a missa, quando podia. Chegou a fazer, desta atividade escondida, um voto, o qual renovava continuamente. Em 1909 padre Leopoldo foi mandado à Pádua e permaneceu ali até à morte. Muitos amigos-penitentes fez nesta cidade,  de todas as classes sociais: ricos e pobres, doutos e ignorantes, almas boas,  necessitadas apenas de uma espanadinha e almas enlameadas até o pescoço. Para cada um tinha uma palavra adequada, habitualmente branda e insubstituível para a circunstância. Era um exercício contínuo de amor para com Deus e para com as almas. Na verdade, ele não era convencido de oferecer muito, exceto o valor do sacramento, no qual era Deus a conceder o perdão. Ele dizia que eram eles, os amigos-penitentes, a dar-lhes ocasião de fazer um pouquinho de bem para desconto de seus pecados. Com o tampo chegaram a Padre Leopoldo  achaques vários e se tornou doente, mas ele dava pouca ou nenhuma importância  à doença; as almas dos penitentes-amigos valiam mais do que a sua pele. Mesmo reduzido a uma cela de enfermaria, ele continuava a receber ali os seus penitentes onde confessou umas cinqüenta pessoas na vigília da sua morte. A chamar de “saleta” o confessionário de padre Leopoldo foi um dos seus penitentes. Denominou-a assim “saleta da cortesia”.  “Venha, senhor, venha!” dizia o confessor se  percebia qualquer hesitação nos menos habituados com o sacramento da Reconciliação. Aos desorientados, que nem mesmo sabiam como se comportar: “Venha, senhor, esteja à vontade!” Aconteceu que um dia, um penitente sentou-se na pequena poltrona, em vez de ajoelhar-se no genuflexório. E ele, padre Leopoldo, para não humilhá-lo, escutou a confissão ajoelhado. A gentileza continuava até o final do colóquio. Geralmente ele lançava o convite: “Retorne, senhor, retorne, pois nos tornaremos amigos”.

Cel.

Deus nos fala de muita formas e maneiras. A vida e o testemunho de são Leopoldo  mostram o grande amor de Deus, que experimentamos no perdão oferecido e recebido a cada dia. Vamos orar em silêncio, enquanto ouviremos o canto, e pedir as graças para bem vivermos nossa vida de fé e o nosso compromisso de pais e cidadãos. Pela poderosa intercessão de são Leopoldo peçamos uma vida santa, livre de todas as tentações e tribulações que nos atormenta.

8. CANTO DE AÇÃO DE GRAÇAS: Gratidão

Graças dou por esta vida, pelo bem que revelou.

Graças dou pelo futuro e por tudo que passou.

Pelas bênçãos derramadas, 

pelo amor, pela aflição. Pelas graças reveladas, 

graças dou pelo perdão. 

Graças pelo azul celeste e por nuvem que há também, 

pelas rosas do caminho e os espinhos que ela tem.

Pela escuridão da noite, pela estrela que brilhou,

pela prece respondida e a esperança que falhou. 

Pela cruz e o sofrimento e pela ressurreição.

Pelo amor que é sem medida, pela paz no coração,

pela lágrima vertida e o consolo que é sem par. 

Pelo dom da eterna vida sempre graça hei de dar.

9. CANTO DO EVANGELHO: Buscai primeiro

Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça

e tudo o mais vos será acrescentado, aleluia, aleluia.

Não só de pão o homem viverá, mas de toda palavra

que procede da boca de Deus, aleluia, aleluia.

Se vos perseguem por causa de mim, não esqueçais o porque,

não é o servo maior que o Senhor, aleluia, aleluia.

Cel.

O Senhor esteja convosco

Todos

Ele está no meio de nós

Cel.

Boa notícia de Jesus Cristo narrada por são Mateus (7, 7 - 1 1;  18, 19 - 20)

Todos

Glória a vós Senhor

Cel.

"Pedi, e vos será dado; buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Porque todo o que pede, recebe; e o que busca, encontra; e a quem bate, abrir-se-á. Qual de vós dará uma pedra a seu filho, quando este lhe pede pão? Se lhe pedir um peixe, dar-lhe-á uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celeste dará coisas boas aos que lhas pedirem? Não pode uma árvore boa dar maus frutos, nem uma árvore má dar bons frutos. Toda a árvore, que não dá bom fruto, será cortada e lançada no fogo. Vós os conhecereis pois pelos seus frutos" - Palavra da salvação.

Todos

Creio em Deus Pai todo poderoso, criador do céu e da terra ...

Cel.

Deus é Amor infinito. Peçamos, junto com são Leopoldo, pelas nossas necessidades e por todos os irmão e irmãs que precisam aprender o Dom de perdoar.

10. ORAÇÃO DA COMUNIDADE

Cel.

Deus é amor infinito. Peçamos, junto com nosso padroeiro, por nós aqui presentes e pelas necessidades da igreja e do mundo inteiro, rezando: nós vos pedimos, Senhor!

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, despertai em nós o dom da oração e do recolhimento e o cumprimento da vossa divina vontade.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos a misericórdia, o perdão e a ajuda nas horas das tentações.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, fazei que nos levantemos dos nossos pecados e nos lembremos da vossa presença.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, alimentai em nós a firme vontade de servir a nossa comunidade paroquial e o amor ao sacrifício da santa missa.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, despertai em nós o espírito da obediência, da castidade, da pobreza, da humildade e da abnegação.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos a vitória sobre as paixões.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, reavivai em cada um de nós o amor e a devoção ao imaculado coração de Maria.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, concedei-nos a misericórdia do vosso coração na hora de nossa morte.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, protegei o nosso Brasil e ajudai-nos a praticar a justiça e a solidariedade, para sermos uma pátria de irmãos.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, chamai à conversão todos os pecadores e refazei a unidade da Igreja, reconduzindo para o rebanho quem se afastou dela.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos sacerdotes dedicados  e zelosos em sua ação pastoral; verdadeiros amigos de todos .

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai o consolo a todos os enfermos, sofredores e desesperados.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai alívio as almas que sofrem no purgatório.

Cel.

Aceitai, Senhor, nossa humilde oração que te apresentamos por intercessão de são Leopoldo, com a confiante esperança de que seremos atendidos em nossa súplica confiante. Por Cristo nosso Senhor.

(após  a  comunhão)

Cel.

Oremos. O Senhor esteja convosco.

Todos

Ele está no meio de nós.

Cel.

Abençoe-vos Deus todo poderoso, em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

Todos

Amém.

Cel.

Louvado seja  nosso Senhor Jesus Cristo

Todos

Para sempre seja louvado.

11. CANTO FINAL: Te amarei

Me chamaste para caminhar na vida contigo

decidi para sempre seguir-te, não voltar atrás.

Me puseste uma brasa no peito e uma flecha na alma,

é difícil agora viver sem lembrar-me de ti.

Te amarei, Senhor (bis)

eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti (2x)

Eu pensei muitas vezes calar e não dar nem resposta,

eu pensei na fuga esconder-me, ir longe de ti.

Mas tua força venceu e ao final eu fiquei seduzido,

é difícil agora viver sem saudades de ti.

Ó Jesus, não me deixas jamais caminhar solitário,

pois conheces a minha fraqueza e o meu coração.

Vem ensina-me a viver na tua presença, no amor dos irmãos,

na alegria, na paz, na união.

 

3º DIA  DO  TRÍDUO

1. MOTIVAÇÃO

Com.

Estamos encerrando hoje o tríduo a são Leopoldo Mandic, o padroeiro e intercessor muito querido da nossa Paróquia. São Leopoldo  é o santo da misericórdia e da compaixão, cujo apostolado restaurou muitos corações aflitos e desesperados, através do sacramento da confissão. Em sua vida não se limitava a ajudar individualmente algumas pessoas, mas a todos que precisavam de acolhimento e de ajuda. Neste primeiro dia da novena queremos refletir sobre o tema da misericórdia divina e experimentar o amor infinito do Pai para cada um de nós e para toda a humanidade. De coração aberto e alegre, iniciemos esta celebração, de pé, pedindo a presença da Santíssima Trindade entre nós e em cada um de nós, cantando.

2. CANTO: Deus trino

Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui. (bis)

Para louvar e agradecer, bendizer e te adorar, estamos aqui, Senhor, ao teu dispor.

Para louvar e agradecer, bendizer, adorar, te aclamar: Deus trino de amor!

3. ACOLHIDA

Cel.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Todos

Amém.

Cel.

A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do divino Espírito Santo estejam sempre convosco.

Cel.

Bendito seja Deus para sempre.

4. SÚPLICA A SÃO LEOPOLDO

Leitor

Ó nosso glorioso são Leopoldo, vaso eleito dos dons do Divino Espírito Santo per vós distribuídos com grande abundância em tantas almas, alcançai-nos a libertação dos sofrimentos e aflições que nos oprimem e de termos forças de suportar tudo com paciência a fim de ganharmos muitos merecimentos para o céu.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Leitor

Deus nos fala de muita formas e maneiras. A vida e o testemunho de são Leopoldo  mostram o grande amor de Deus, que experimentamos no perdão oferecido e recebido a cada dia. Vamos orar em silêncio, enquanto ouviremos o canto, e pedir as graças necessárias para bem vivermos a nossa vida de fé e o nosso compromisso de pais e cidadãos. Pela poderosa intercessão de são Leopoldo peçamos uma vida santa, livre de todas as tentações e tribulações que nos atormentam.

PEDE-SE   A   GRAÇA   NECESSÁRIA

5. PAI NOSSO -  AVE  MARIA  -  GLÓRIA 

Leitor 

Ó nosso glorioso são Leopoldo, que durante vossa vida mortal nutristes grande amor para com a Virgem Maria e fostes correspondido com tantos favores, agora que sois feliz junto a Ela, rogai por nós a fim de que a mesma Virgem Maria olhe para nossas misérias, mostrando-se sempre nossa mãe misericordiosa.

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

Leitor 

Ó nosso glorioso são Leopoldo, que tivestes tanta compaixão dos sofrimentos humanos e confortastes tantos aflitos, vinde em nosso auxílio: por vossa bondade não nos abandoneis, mas consolai-nos, concedendo-nos as graças que vos pedimos. Amém

Todos

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...

PEDE-SE   NOVAMENTE   A   GRAÇA   NECESSÁRIA

Cel.

Aceitai, Senhor, nossa humilde oração. Nós a apresentamos a Ti, por intercessão de são Leopoldo Mandic, com a confiante esperança de que seremos atendidos. Por Cristo nosso Senhor.

6. CANTO DE MEDITAÇÃO: Feliz o homem que teme ao Senhor

Feliz o homem que teme ao Senhor.

Feliz aquele que tem amor. (bis) 

Feliz o homem que tem piedade dos outros e empresta,

e que dirige os seus negócios com justiça.

Quem é bom nunca fracassará, e  será lembrado para sempre.

Ele é generoso e dá aos pobres, e sua bondade nunca falha.

Os maus vêem e ficam com raiva.

 Olham com ódio e se calam, a esperança  dos maus dá em nada.

7. A VIDA DO PADROEIRO

Com.

São Leopoldo fez de sua vida um instrumento coerente e alegre de serviço ao Reino de Deus e aos irmãos. Vamos conhecer um pouco da vida do nosso padroeiro.

 

Padre Leopoldo morreu à 30 de julho de 1942, às sete horas da manhã. Estava se vestindo para celebrar a missa, à qual não renunciava, nem mesmo naquelas condições. Expirou pronunciando as últimas palavras da salve rainha: sua saudação extrema à “Patroa”. Quando o corpo foi reconhecido para as exigências do processo de beatificação, se encontrou intacto e, completamente incorrupto, repousa ainda hoje no seu túmulo - capela. Nem mesmo o seu confessionário foi destruído. Como ele havia previsto e prenunciado, esse permaneceu incólume, entre as ruínas de um furioso bombardeamento (14 de maio de 1944), para recordar a imensa bondade que Nosso Senhor ali demonstrou, em perdoar tantos pecados e no reatar  amizade e graça com tantas almas que se tinham distanciado d’Ele. Aos amigos, enquanto era vivo, padre Leopoldo não podia oferecer ajudas materiais. Como recordam os objetos pessoais conservados e expostos, ele mesmo era um fervoroso discípulo da “Dama Pobreza”. Quando recebia donativos e presentes dos amigos, ele não os conservava para si: existiam os pobres  fora do convento e os doentes aos quais essas ofertas eram mais necessárias. Agora não é mais assim. São Leopoldo é invocado por muitos fiéis para alcançar as graças espirituais e materiais que tanto precisamos para viver bem o dom da Vida. Todos nós precisamos de amigos “da mão de ouro” que, sem nos poder das grandes coisas, sabem fazer um pouco de tudo e nos ajudam, com toda a boa vontade, com obras e conselhos. A “mão de ouro” do padre Leopoldo era a mão de um verdadeiro amigo que, por mais de meio século, se levantou inúmeras vezes para abençoar e absolver. E naquela posição - escarnada e marcada pela artrite, mas incorrupta - aquela mão é atualmente conservada e venerada num precioso relicário.
Os amigos-penitentes de padre Leopoldo eram os mais variados: depois do professor de universidade, todo às pressas, podia entrar uma pessoa inculta, ao qual precisava repetir as coisas mais uma vez. Depois do rapazinho com suas mentiras e seus caprichos, eis que se apresenta o velho que, vendo-se próximo ao julgamento de Deus, vinha invocar dele a misericórdia. Depois do monsenhor: (“qualquer oração distraída, padre, e qualquer palavra que era melhor não dizer”), vinha o pecador eclético: “De tudo, padre, exceto matar ou roubar... ao menos diretamente”. A santidade de padre Leopoldo, após minucioso processo e dos milagres oficialmente reconhecidos, foi decretada pela Igreja num tempo bastante curto. Ele foi declarado Beato em  02  de maio de 1976  pelo papa Paulo VI, e proclamado Santo, em 16 de outubro de 1983 por  João Paulo II. “Eu não vos chamo servos, mas de amigos”. Veneração e amizade não se excluem. Os santos são os nossos melhores amigos. Nós pertencemos ao mesmo destino de glória deles. A verdadeira amizade se mede sobre a necessidade dos outros e não sobre a própria comodidade.

8. CANTO DE AÇÃO DE GRAÇAS: Obrigado Senhor

Obrigado, Senhor, porque és meu amigo.

Porque sempre comigo tu estás a falar.

No perfume das flores, na harmonia das cores

e no mar que murmura o teu nome a rezar. 

Escondido tu estás no verde das florestas, 

nas aves em festa e no sol a brilhar, 

na sombra que abriga, na brisa amiga, 

na fonte que corre ligeira a cantar chuá, chuá. 

Te agradeço ainda porque na alegria

ou na dor de cada dia posso te encontrar. 

Quando a dor me consome, murmuro o teu nome 

e mesmo sofrendo, eu posso cantar.

9. CANTO DO EVANGELHO

Sou a vida e a verdade: quem crê em mim ressuscitará,

e feliz na eternidade, para sempre viverá!

Aleluia, aleluia! Louvor e glória a ti, Senhor. (bis)

Creio em ti, Senhor da vida: és minha luz e salvação! 

Porque a morte foi vencida, estes meus olhos te verão.

Cel.

O Senhor esteja convosco

Todos

Ele está no meio de nós

Cel.

Boa notícia de Jesus Cristo narrada por são Marcos (9, 2 - 1 0)

Todos

Glória a vós Senhor

Cel.

"Naquele tempo Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e os levou sozinho a um lugar à parte sobre uma alta montanha. E transfigurou-se diante deles. Suas roupas ficaram brilhantes e tão brancas como nenhuma lavadeira sobre a terra poderia alvejar. Apareceram-lhe Elias e Moisés, e estavam conversando com Jesus. Então Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Mestre, é bom ficarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias. Pedro não sabia o que dizer, pois estavam todos com muito medo. Então desceu uma nuvem e os encobriu com sua sombra. E da nuvem saiu uma voz: “Este é o meu Filho amado. Escutai o que ele diz!”E, de repente, olhando em volta, não viram mais ninguém, a não ser somente Jesus com eles. Ao descerem da montanha, Jesus ordenou que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do homem tivesse ressuscitado dos mortos. Eles observaram esta ordem, mas comentavam, entre si, o que queria dizer “ressuscitar dos mortos” – Palavra da salvação.

Todos

Creio em Deus Pai todo poderoso, criador do céu e da terra ...

Cel.

Deus é amor infinito. Peçamos, junto com são Leopoldo, pelas nossas necessidades e por todos os irmão e irmãs que precisam aprender o Dom de perdoar.

10. ORAÇÃO DA COMUNIDADE

Cel.

Deus é amor infinito. Peçamos, junto com nosso padroeiro, por nós aqui presentes e pelas necessidades da igreja e do mundo inteiro, rezando: nós vos pedimos, Senhor!

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, despertai em nós o dom da oração e do recolhimento e o cumprimento da vossa divina vontade.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos a misericórdia, o perdão e a ajuda nas horas das tentações.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, fazei que nos levantemos dos nossos pecados e nos lembremos da vossa presença.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, alimentai em nós a firme vontade de servir a nossa comunidade paroquial e o amor ao sacrifício da santa missa.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, despertai em nós o espírito da obediência, da castidade, da pobreza, da humildade e da abnegação.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos a vitória sobre as paixões.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, reavivai em cada um de nós o amor e a devoção ao imaculado coração de Maria.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, concedei-nos a misericórdia do vosso Coração na hora de nossa morte.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, protegei o nosso Brasil e ajudai-nos a praticar a justiça e a solidariedade, para sermos uma pátria de irmãos.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, chamai à conversão todos os pecadores e refazei a unidade da Igreja, reconduzindo para o rebanho quem se afastou dela.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai-nos sacerdotes dedicados  e zelosos em sua ação pastoral; verdadeiros amigos de todos .

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai o consolo a todos os enfermos, sofredores e desesperados.

Leitor

Senhor, pela intercessão de são Leopoldo, dai alívio as almas que sofrem no purgatório.

Cel.

Aceitai, Senhor, nossa humilde oração que te apresentamos por intercessão de são Leopoldo, com a confiante esperança de que seremos atendidos em nossa súplica confiante. Por Cristo nosso Senhor.

(após  a  comunhão)

Cel.

Oremos. O Senhor esteja convosco.

Todos

Ele está no meio de nós.

Cel.

Abençoe-vos Deus todo poderoso, em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo.

Todos

Amém.

Cel.

Louvado seja  nosso Senhor Jesus Cristo

Todos

Para sempre seja louvado.

11. CANTO FINAL: Como são belos