SANTO AFONSO RODRIGUES

A Companhia de Jesus gerou padres e missionários santos que deixaram a assinatura dos jesuítas na história da evangelização e na história da humanidade.

Conhecemos exemplos como os padres José de Anchieta, Manoel da Nóbrega e tantos outros. Mas de suas fileiras saíram também santos humildes e simples, que nem por isso deixam de mostrar o caminho da felicidade espiritual aos devotos e de ser exemplos de uma vida voltada para o próximo e para Deus.

Um dos mais significativos é o irmão leigo Afonso Rodrigues, nascido na Segóvia, Espanha, em 25 de julho de 1532. Era oriundo de uma família pobre e numerosa, mas profundamente católica.

De fracasso em fracasso, Afonso encontrou seu caminho na fé e depois passou a servir de leme para quem, como ele, quer transformar os percalços da vida em força espiritual.

Ainda jovem teve que parar os estudos. Seu pai morreu e Afonso foi obrigado a assumir o negócio da família no comércio de tecidos. Casou, aconselhado pela mãe, e teve dois filhos.

Mas novamente o mundo afundou aos seus pés. Morreu a esposa e, logo depois, morreram os filhos. Desiludido, endividou-se e afundou o negócio. Tentou voltar aos estudos, mas foi muito mal nos cursos de matemática e retórica da faculdade de Valência.

Entrou em crise espiritual e, depois de meditar, resolveu abraçar a fé como única forma de ter uma vida útil aos semelhantes e ao Criador.

Tornou-se irmão leigo da Companhia de Jesus e, depois de um noviciado de sucesso, foi mandado ao colégio de formação de padres jesuítas em Palma, na ilha de Maiorca. Ali encontrou a realização da vida, terminando seus dias quarenta e cinco anos depois.

Tinha no colégio a função simples e humilde de porteiro. Mas se materialmente não ocupava posição de destaque, espiritualmente era dos mais engrandecidos entre os irmãos por causa das manifestações místicas que o cercavam, como visões, previsões e milagres.

Apesar de porteiro, foi orientador espiritual de muitos padres, tendo entre eles um de destaque. Este era são Pedro Claver, um dos maiores missionários da ordem que jamais abandonou os ensinamentos de Afonso.

Padre Jerônimo Moranto também lhe deve a orientação. Foi missionário no México onde encontrou a santidade e foi martirizado.

Santo Afonso Rodrigues sofreu de fortes dores físicas até morrer em 31 de outubro de 1617.

Foi canonizado no fim do século passado juntamente com são Pedro Claver, seu discípulo, conhecido como o apóstolo dos escravos.