Ordem alfabética dos SANTOS no calendário litúrgico da Igreja católica.
Os santos católicos são comemorados no dia de sua morte.
Quando houver duas ou três datas junto ao nome, quer dizer que existem
santas homônimas e dias diferentes de comemoração.

Abelardo: 09 de fevereiro
Abílio: 23 de julho
Abraham ou Abraão: 16 de março; 09 de outubro
Acácio: 09 de abril; 28 de abril; 08 de maio; 28 de julho
Adauto: 30 de agosto
Abelardo: 02 de janeiro
Adolfo: 11 de fevereiro;  27 de setembro
Adriano: 09 de janeiro;  05 de março;  08 de julho
Agostinho: 28 de agosto
Alberico: 26 de janeiro
Alberto: 15 de novembro
Alexandre: 30 de janeiro; 26 de fevereiro; 18 de março; 03 de maio
Alejandro: 06 de junho; 11 de agosto; 21 de setembro; 11 de outubro
Afonso e Alfonso: 01 de agosto; 31 de outubro; 16 de novembro
Alfredo: 17 de janeiro; 15 de setembro;  28 de outubro
Álvaro: 19 de fevereiro
Amadeo: 31 de março
Amador: 30 de abril; 01 de maio; 05 de maio;  26 de novembro
Amâncio: 19 de março; 26 de setembro
Amarante: 07 de novembro
Amaro: 10 de maio
Ambrósio: 07 de dezembro
Anacleto: 13 de julho
André: 30 de novembro; 04 de fevereiro; 10 de novembro - (3)
Anselmo: 21 de abril
Antelmo: 26 de junho
Antonio de Pádua: 13 de junho - (1)
Antonio Abade: 17 de janeiro - (2)
Antonio Maria Claret: 24 de outubro
Aparício:  06 de janeiro
Armando: 23 de janeiro
Arnaldo: 23 de outubro
Artêmio: 06 de junho
Arhur: 01 de setembro
Atanásio: 02 de maio;  06 de julho
Atiliano: 05 de outubro
Augusto: 07 de outubro;  09 de outubro
Aureliano: 16 de junho
Avelino: 10 de novembro
Barnabé: 11 de junho
Baltazar: 06 de janeiro (o rei negro)
Bartolomeu: 24 de agosto; 05 de outubro
Basílio: 02 de janeiro; 30 de maio
Beltran: 16 de outubro
Benedito: 04 de abril; 11 de julho - (4 e 5)
Benildo: 13 de agosto
Benigno: 13 de fevereiro;  20 de novembro
Benito: 11 de julho; 09 de outubro
Benjamin: 31 de março; 09 de outubro
Bernardino: 20 de maio
Bernardo: 15 de junho; 19 e 20 de agosto; 25 de outubro
Bertino: 05 de setembro
Bias: 03 de fevereiro
Bonifácio: 05 de junho
Boris: 24 de julho
Bráulio: 26 de março
Bruno: 6 de outubro
Camilo: 14 de julho
Candido: 03 de outubro
Carlos: 04 de novembro; 03 de junho
Cassiano: 16 de abril; 05 e 07 de agosto; 01 e 03 de dezembro
Cassemiro: 04 de fevereiro
Caetano: 07 de agosto
Caio: 27 de setembro; 16 e 22 de abril; 28 de agosto
Cecílio: 01 de fevereiro
Celestino: 19 de maio; 27 de julho
Celso: 28 de julho
Cezar: 15 de março; 15 e 20 de abril; 01 e 03 de novembro
Cipriano: 10 de março; 11 de julho; 16 e 26 de setembro
Cirilo: 14 de fevereiro; 18 de março; 27 de junho;  09 de outubro
Ciro: 31 de janeiro; 14 de julho
Cláudio: 06 de junho; 15 de fevereiro; 07 e 21 de julho; 25 e 30 de outubro
Clemente: 23 de novembro; 23 de janeiro; 15 de março
Conrado: 19 de fevereiro; 19 e 21 de abril; 30 de setembro
Constantino: 27 de julho
Cosme: 26 de setembro (sempre com seu irmão Damião)
Crisanto: 25 de outubro
Crisântemo (ver Crisanto) 
Crispin: 25 de outubro; 19 de maio; 19 de novembro
Cristóvão: 10 de julho;  25 de maio - (6)
Cristiano: 11 de novembro
Dalmácio: 05 de dezembro; 25 de setembro
Damaso: 11 de dezembro
Damião (ver são Cosme, seu irmão)
Delfin: 24 de dezembro
Daniel: 21 de julho; 11 de dezembro; 03 de janeiro
Dario: 19 de dezembro
David: 29 de dezembro; 26 de junho; 30 de janeiro; 12 de abril; 15 de agosto
Demétrio: 08 de outubro; 09 de abril; 14 de agosto; 21 e 29 de novembro
Desidério: 11 de fevereiro; 23 de maio; 18 de dezembro
Diego: 13 de novembro
Dimas: 10 de abril - (7)
Dionísio: 09 de outubro
Domingos: 12 de maio; 08 de agosto; 10 e 28 de setembro; 20 de dezembro - (8)
Donato: 25 de fevereiro
Edgar: 13 de outubro
Edmundo: 20 de novembro
Eduardo: 13 de outubro
Egidio: 01 de setembro
Eliazar: 23 de agosto
Elias: 20 de julho
Eliseu: 14 de junho
Eloy: 01 de dezembro
Elpídio ou Eupídio: 04 de março; 02 de setembro; 16 de novembro
Emiliano: 18 de julho; 12 de novembro
Emilio: 06 de outubro; 15 de setembro; 28 de maio
Emanuel: 01 de janeiro - (9)
Enrique: 13 de julho; 13 de janeiro (ver Henrique)
Eric ou Erik: 18 de março
Ermenegildo: 13 de abril
Ermínio: 25 de abril
Ernesto e Hernesto: 07 de novembro
Estanislau: 11 de abril (ver Stanislau)
Estevão: 26 de dezembro
Eugênio: 13 de novembro; 22 de maio; 02 de junho; 13 de julho
Euzébio: 14 de agosto
Eustáquio: 20 de setembro - (11)
Evaristo: 26 de outubro
Expedito: 19 de abril - (10)
Ezequiel: 19 de agosto
 
(1) Santo Antonio de Pádua no Brasil é considerado o santo casamenteiro e o seu dia é comemorado em 13 de junho. Na véspera, dia 12, é é comemorado o dia dos namorados.
(2) Santo Antonio Abade é considerado o patrono dos animais e é conhecido também como santo Antão, o do porquinho
(3) Santo André, apóstolo seria o primeiro discípulo de Jesus (seguia antes João Batista) e levou depois o seu irmão Pedro para Cristo
(4) São Benedito o "Mouro" é comemorado no dia 4 de abril. São Benedito nasceu em Filadelfo, perto de Messina, na ilha de Sicília (Itália), por volta do ano de 1526. Os pais eram de origem escrava e descendência de negros etíopes ou de mouros do norte da África, daí o fato de ser chamado de Benedito, o "Preto" ou "Mouro". No Brasil é considerado santo padroeiro dos negros.
(5) São Benedito de Núrsia, morreu em 547. Era um simpático velhinho de barba branca, cuja festa é celebrada no dia 11 de julho. Fundou em monte Cassino o primeiro monstério e criou a 1500 anos atrás o sistema de monstério, como ele é hoje, e a famosa Regra de são Benedito. É irmão de santa Escholástica (que é o padroeira da Europa) e deu origem a ordem dos Beneditinos.
(6) São Cristóvão é patrono dos motoristas e dos viajantes. No Brasil é costume no dia 10 de julho, levar o veículo para ser benzido na igreja de são Cristóvão mais próxima.
(7) São Dimas seria o bom ladrão na cruz ao lado de Jesus. Jesus perdou os seus pecados e lhe concedeu a vida eterna, segundo são Lucas
(8) São Domingos de Gusmão fundou a ordem dos dominicanos (8 de agosto).
(9) Nos seus escritos, o profeta Isaias, chamava o Messias de Emanuel
(10) São Expedito é tido, no Brasil,  como o santo das causas expeditas ou seja das causas urgentes. Alguns acham que são Expedito não existiu. Na verdade existiu, mas teria outro nome. Um caixão contendo o corpo de um santo das catacumbas foi despachado com urgência e com o nome "spedito" escrito do lado de fora significando urgência no despacho. Mas aqueles que receberam o caixão, confundiram o nome como sendo o nome do mártir e com grande vigor e energia propagaram o seu culto como sendo o santo das causas expeditas ou seja das causas urgentes. Já havia na antiga Alemanha, por volta do século 18, a existência de uma devoção ao santo Expedito como sendo o santo das causas urgentes e tão antigamente quanto em 1781 já era invocado como padroeiro da cidade de Arcireale na Sicília.
(11) Em Belo Horizonte (Minas Gerais) havia um padre chamado Eustáquio, já beatificado. Se for canonizado, será o primeiro santo mineiro.
 
SANTAS de A - D E - J K - Z
SANTOS de A - E F - M N - Z