Transtornos esquizóide da personalidade

Este tipo de distúrbio é verificado em pessoas que exibem um padrão de afastamento social persistente, um constante desconforto nas interações humanas, uma excentricidade de comportamento e pensamento, isolamento e introversão. O esquizóide nos dá a impressão de desinteresse, reserva e falta de envolvimento com os acontecimentos cotidianos e com as preocupações alheias, normalmente ele tem pouca necessidade de vínculos emocionais.

Este tipo de personalidade reflete interesses na solidão, em trabalhos solitários e em atividades não competitivas. Por outro lado, estas pessoas são capazes de investir grande energia afetiva em interesses que não envolvam seres humanos e podem ligar-se muito aos animais. Normalmente são os últimos a aceitarem as variações da moda popular, mas normalmente mantém-se algo excêntricos.

Freqüentemente absorvem-se em certas obsessões acerca de dietas esdrúxulas, programas de saúde alternativos, movimentos religiosos e filosóficos incomuns, esquemas de aperfeiçoamento sócio-culturais, associações mais ou menos secretas de assuntos esotéricos. Embora pareçam absortos em devaneios fantasiosos e fantásticos, não perdem a capacidade de reconhecer a realidade. Não obstante os Esquizóides podem oferecer ao mundo idéias realmente criativas e originais.

Juntando os critérios estabelecidos pelo DSM-IV e pelo CID-10 para o diagnóstico deste tipo de transtorno podemos recomendar o seguinte:

a) um padrão de indiferença às relações sociais e uma variação pobre da expressão emocional;

b) indiferença aos sentimentos alheios;

c) questionamento, indisposição e desrespeito às normas e obrigações sociais;

d) pouco interesse em relações sexuais;

e) preferência quase invariável por atividades solitárias;

f) preocupação excessiva com fantasias e introspecção;

g) falta de amigos íntimos, relacionamentos confidentes e a falta de desejo de tais relacionamentos;

h) raramente vivenciam emoções fortes, como raiva e alegria;

i) indiferença à elogios e críticas.

As pessoas Esquizóides sentem-se freqüentemente incompreendidas, o que reforça a tendência ao isolamento e ao afastamento dos mortais comuns. Este ausente sentimento de companheirismo normalmente é compensado pelo zelo apaixonado pela leitura, pelos animais ou alguma outra expressão artística de difícil compreensão.

Ballone GJ - Transtornos da Personalidade, PsiqWeb, internet, disponível em www.psiqweb.med.br/persona/persona.html, atualizado em 2002