Genciana

gentiana lutea

Partes usadas: folhas.

Família: gencianáceas.

Características: originária dos Alpes, de caule ereto e liso, de folhas grandes e ovaladas e flores amarelo-vivo. É também conhecida como Gencianela.

Dicas de cultivo: produz somente em clima frio e em locais de grande altitude. O plantio é direto (sementes ou divisão de touceiras) com espaçamento de 0,5 x 0,5m. Colhe-se os rizomas de dois a cinco anos após o plantio, em qualquer época do ano, antes da floração.

Princípio ativo: possui o princípio amargo mais forte conhecido até o presente. Possui também fenóis, glicosídeos e pectina.

Indicações: é muito eficaz nos problemas digestivos, combatendo os vermes do intestino.

Combate quadros febris e dores de origem reumáticas.

Toxicologia: desaconselhável para quem sofre de úlcera gastroduodenal.