Eucalipto

eucaliptus globulus

Partes usadas: folhas e flores.

Família: mirtráceas.

Características: árvore perene de grandes folhas lanceoladas e coriáceas, flores amareladas e frutos (bagas) duros e perfumados.

Dicas de cultivo: o plantio é feito em sementeiras o ano todo. Adapta-se a qualquer tipo de solo, preferindo luminosidade plena. O espaçamento entre cada muda deve ser de 1,5 x 1,5.

Princípio ativo: terpenos, canfeno, limoneno, mirtenol, borneol, pinocarveol, flavonóides, cetonas, aldeídos e taninos.

Propriedades: antissépticas, expectorante, antiasmática, anti-inflamatórias, desinfetantes.

Indicações: torna-se extremamente útil nos tratamentos que exijam banhos de assento, de tronco, locais, etc. O óleo de eucalipto é curativo nas gripes e resfriados com tosse. Por serem voláteis, suas propriedades podem atuar nos pulmões, faringe e amígdalas. Para esse fim, recomendam-se 3 gotinhas do óleo de eucalipto em uma colher de mel, aquecido como xarope. O chá de suas folhas ainda pode ser usado para emplastos, vapores e inalações.

Toxicologia: não ultrapassar as doses indicadas por via interna.