Erva de santa maria

chenopodium ambrosioides

Partes usadas: Toda a planta.

Família: Chenopodiáceas.

Características: Herbácea anual, de raízes oblongas, brancas e com interior amarelo de folhas lanceoladas, pequenas e dentadas. Suas flores são pequenas e brancas, ou esverdeadas. seus frutos são secos, pequenos e possuem numerosas sementes negras. É também conhecida como Mastruço, ambrósia, anserina, chá-do-méxico, mastruz, matruz, mentraz e quenopódio e erva-formigueira.

Dicas de cultivo: Adapta-se a qualquer tipo de solo bem drenado e com luminosidade plena. Planta-se através de sementes ou estacas, em sementeira na época das chuvas, ao espaçamentod e 0,4 x 0,8m.

Preparo e dosagem: 

  • Infusão: 1 xíc. de cafezinho de planta fresca com sementes em 1/2 litro d'água, tomar 1 xíc. de chá de 6 em 6 horas (vermífugo, estomáquico).

  • Sumo: 2 a 4 colheres de sopa do sumo das folhas para 1 xíc. de chá de leite, uma vez ao dia; as crianças maiores de 2 anos, devem tomar a metade da dose (peitoral).

  • Sumo: 1 copo da planta picada com sementes para 2 copos de leite, bater no liquidificador, tomar 1 copo de suco 1 vez ao dia por 3 dias seguidos (vermífugo).

  • Cataplasma: colocar 1 xíc. de cafezinho de vinagre, 1 colher de sopa de sal, amassar a planta na mistura até obter uma papa, colocar sobre o local afetado e enfaixar (contusões).

  • Geléia: pegar 4 bananas nanicas maduras com casca , picar 1 copo de folhas de erva-de-santa-maria com sementes, meio copo de hortelã, 1 copo e meio de açúcar. Triturar bem as plantas em um pilão, pode-se adicionar um pouco de água, em seguida juntar a banana e o açúcar, amassar bem. Levar ao fogo até dar o ponto de geléia, o que ocorre em poucos minutos. Dar 1 colher de chá duas vezes por dia, pura ou passar na bolacha, pão, etc. (vermífugo).

  • Outros usos: elimina e repele pulgas e percevejos (colocar os ramos debaixo dos colchões e varrer a casa utilizando-os como vassoura).

Princípio ativo: Esteróides, saponinas, terpenos e ascaridol dentre outros.

Propriedades: É tônico estomacal, carminativa, anti-helmíntica e vermífuga, diurético, cicatrizante, antireumático.

Indicações: Folhas e sementes: dispepsia, flatulência, afecções hepáticas, astenia e afecções pulmonares: sumidades florais, folhas e sementes: anti-helmíntica. Para uso externo é cicatrizante e usado como repelente de pulgas e carrapatos (folhas e sementes). Estomáquico, diurético, vermífugo, sudorífico, para angina e infecções pulmonares. 

Toxicologia: Planta tóxica, podendo provocar aborto. Quantidades excessiva pode ser fatal. Não utilizar sem acompanhamento médico. Não exceder às doses indicadas. É contra indicado para gestantes e para crianças menores de 2 anos de idade.