Alfava

medicago sativa

Partes usadas: folhas e sementes.

Família: leguminosas.

Características: herbácea que atinge até 80 cm de altura, com raízes, rizoma e caule compridos. De folhas ovais e dentadas, suas flores são amarelas ou violetas, pequenas e dispostas em cachos. Também conhecida como alfafa-de-flor-roxa, alfafa-verdadeira, melga-dos-prados.

Dicas de Cultivo: adapta-se aos climas temperado, subtropical e tropical, preferindo solos neutros (pH=7). O plantio é feito por semente, direto no campo, obedecendo o espaçamento de 0,25m entre cada cova.

Princípios Ativos: rica em beta-caroteno, vitaminas C, D, E e K; cálcio, potássio e ferro.

Propriedades: analgésico, diurético (frutos) e antiespasmódico.

Indicações: uma das plantas mais usadas pela indústria para a obtenção da vitamina K e clorofila. É indicada nos casos de anemia e deficiência em vitamina K e cálcio. Nesses casos, usa-se o chá e o suco das folhas.

Toxicologia: quando consumida fresca causa distúrbios tais como inchações e inflamações internas.