O que é Pastoral da Sobriedade?

A Pastoral da Sobriedade é a ação concreta da Igreja Católica frente ao flagelo das drogas. É o trabalho conjunto de todos para promover e defender a vida, sem drogas, através da pedagogia de Jesus Libertador. A Pastoral vem para prevenir, resgatar e re-inserir os excluídos, propondo uma mudança de vida.

Aceitando o desafio do Santo Padre, o Papa João Paulo II, a pastoral da sobriedade foi implantada oficialmente no Brasil, durante a 36a assembléia geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB - reunidos em Itaici no ano de 1998.

Quais as linhas de atuação da Pastoral?

O plano pastoral atua em cinco dimensões:

1 - na prevenção ao uso de drogas, direcionada especialmente a quem nunca experimentou substâncias psicoativas;

2 - na intervenção, para quem já experimentou, porém, não faz uso de drogas freqüentemente;

3 - na recuperação para quem se tornou dependente químico e necessita de apoio e tratamento;

4 - na re-inserção do dependente químico na família, na sociedade e no mercado de trabalho;

5 - na atuação política que busca a articulação com o governo e sociedade civil para implementação de leis e programas que propiciem uma vida sem drogas.

Quem pode participar da Pastoral?

Você!

Todos aqueles que se sensibilizam ou não, de algum modo, afetados pelo mal da dependência química.

O que são grupos de auto-ajuda?

São reuniões semanais, de pessoas dependentes químicos e seus familiares, implantadas em sua paróquia ou comunidade onde é proposto um programa de vida nova, sem droga (inclusive o álcool), que leva a conversão.

Como criar o grupo de auto-ajuda?

Para iniciar o grupo de auto-ajuda é necessário formar uma equipe de, no mínimo, quatro pessoas comprometidas com a comunidade a participar do curso de formação e capacitação do agente da pastoral.

Pastoral da Sobriedade da Diocese de Taubaté