DICAS  PARA  PARAR  DE  FUMAR

Os seguintes pontos são úteis a quem esteja considerando parar de fumar: TENTE!

70% das pessoas que, com persistência, procuraram parar de fumar conseguiram o seu intento. Esta é uma experiência internacional.

Não desista diante de fracassos transitórios. A maioria das pessoas que conseguiu deixar de fumar não o conseguiu na primeira tentativa. Se tentou e voltou a fumar, tente de novo. Praticamente aqueles que não desistirem acabam sempre conseguindo o seu intento. Parar de fumar é meio como namorar. Quem muito namora acaba casando.

 

Para ter mais sucesso na tentativa de deixar de fumar, procure ler o que estiver ao seu alcance sobre tabagismo e saúde. O ser humano é inteligente e argumentos objetivos como os que hoje existem ilustrando a destruição da saúde pelo fumo, suscitam em seu interior uma reação altamente desejável rumo à cessação buscada. Assista conferências sobre o tema.

A maioria das capitais brasileiras oferecem cursos sobre "Como parar de fumar em cinco dias", sob os auspícios da Igreja Adventista. Os cursos não tem conotação religiosa e são considerados pela Organização Mundial da Saúde "de muito boa qualidade".

Não tente parar progressivamente. Pare de uma só vez.

Não há nenhum risco na cessação abrupta da prática tabágica. Por outro lado, a experiência com os que tentaram parar progressivamente é muito pouco alentadora. Marque um dia que lhe seja conveniente. Avise sua esposa, familiares, seus amigos, companheiros de trabalho que a partir daquele dia você não mais fumará. Isto cria um ambiente solidário que lhe vai seu útil.

Ao iniciar a abstinência, procure ingerir uma quantidade acima da média de líquidos.

Evite bebidas estimulantes como café, chá preto e certamente o álcool.

Aumente o número de banhos e procure engajar-se em um programa regular de atividade física. O melhor exercício é a caminhada.

A atividade física, além de neutralizar o desejo de fumar, é um excelente componente para manter a boa forma aeróbia.

Não se preocupe com algum ganho de peso nas semanas subseqüentes ao início da abstinência. Este pequeno aumento é normal e tende a desaparecer, ao natural, num prazo de seis meses. A regularidade dos exercícios físicos, mencionados no item anterior, é muito útil dentro da política de manutenção de um bom peso.

95% das pessoas que param de fumar conseguem o seu intento sem fazer uso de nenhum medicamento.

Se você já tentou várias vezes e não conseguiu poderá fazer uso de chicletes ou discos contendo nicotina.

Eles ajudam a resistir à tentação de voltar a fumar, especialmente nas primeiras semanas depois da cessação. No caso de usar estes medicamentos, procure orientação médica. Eles não são úteis e são até por vezes arriscados se utilizados sem a presença do médico.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Pare agora ou fume tudo que puder hoje e amanheça sem fumar pro resto de sua vida! Sabemos que não existe um momento ideal, mas procure parar de fumar quando não estiver vivenciando situações muito estressantes. Para se deixar de fumar existem alguns métodos que você pode utilizar sozinho:

- parada abrupta: deixa-se de fumar de uma vez só, abandonando totalmente o uso de cigarros de uma hora para outra;

- parada gradual: pouco recomendável.

Atenção! Se você decidir deixar de fumar com uma estratégia gradual, não deve gastar mais do que duas semanas nesta tentativa, pois isto pode se tornar uma forma de adiar e não uma forma de parar de fumar. O mais importante é planejar uma data e determinar que seja seu primeiro dia como ex-fumante.

DIFICULDADES ENCONTRADAS AO PARAR DE FUMAR

Quando você fuma fica dependente de uma droga chamada nicotina.

Assim, se você tem uma grande necessidade de fumar, é porque você está

dependente da nicotina. Ela funciona como todas as drogas que causam dependência

(como álcool, cocaína ou heroína). É normal, portanto, que os primeiros dias sem

cigarros sejam os mais difíceis.

O QUE VOCÊ PODE SENTIR AO PARAR DE FUMAR?

Alguns indivíduos quando param de fumar apresentam alterações físicas - ansiedade, dificuldade de concentração, irritabilidade, desejo incontrolável de fumar ("fissura"),

entre outras, isto é chamado síndrome de abstinência. A maioria desses sintomas se

inicia algumas horas após parar de fumar e atinge intensidade máxima dentro de 24

a 48 horas, diminuindo gradativamente, durante um período de até duas semanas.

ACREDITE: VONTADE É COISA QUE DÁ E PASSA!

FUGIA  DAS  ARMADILHAS  E  NÃO  VOLTE  A  FUMAR:

* beba muita água (vários copos por dia);

* mastigue balas ou chicletes dietéticos;

* faça caminhadas;

* faça exercícios de relaxamento (respire profundamente e procure relaxar os músculos do corpo)

* evite tomar café e bebidas alcoólicas;

* escove os dentes imediatamente após as refeições;

* fique atento às situações de estresse, o cigarro não resolverá seus problemas;

* comece um novo esporte, aprenda a dançar, passeie de bicicleta;

* modifique seus hábitos antigos, procure novas atividades e alternativas para o seu lazer.

Se você não conseguir parar de fumar desta vez, NÃO DESANIME!

A recaída não deve ser vista como fracasso. Tente novamente.

Se sentir muita dificuldade procure orientação médica.

Somente um profissional poderá avaliar a possibilidade de utilização de outros

métodos, como a reposição de nicotina.

CURIOSIDADES

SE   VOCÊ   FICAR 

DURANTE

TERÁ FUMADO

ao ar livre (sentado atrás de um fumante)   

3 horas

1 cigarro

num restaurante (na ala de não fumantes) 

2 horas

1,5 cigarros

na casa de um fumante (onde o consumo é de um maço por dia)

24 horas

3 cigarros

no carro (entre fumantes, com a janela fechada)

1 hora

3 cigarros

num bar

2 horas

4 cigarros

no escritório (onde é permitido fumar) 

8 horas

6 cigarros