O DIÁLOGO É IMPORTANTE

Nunca acredite que seu filho nunca poderá se tornar um usuário ou um dependente de drogas. Claro que talvez isso não ocorra mesmo mas é sempre indicado estar atento pois a oferta de drogas aumenta de forma assustadora. Por exemplo, nas festas "raves", cita-se que existe, pelo menos em algumas delas, comércio grandioso de drogas em especial de maconha, cocaína e ecstasy. O álcool e o cigarro são encontrados em praticamente todas as esquinas de qualquer cidade brasileira e assim por diante.

Dentro deste quadro, achamos importante o papel dos pais e educadores no que diz respeito ao trabalho de educação, informação e prevenção pois através de pesquisas sabe-se que quando existe um estreitamento dos laços familiares de amizade carinho e etc num lar, as chances dos jovens se tornarem usuários de drogas (a palavra droga inclui o cigarro e o álcool) é bem menor, os jovens até prefeririam que seus pais conversassem mais com eles.

Quando o assunto é drogas, para se ter um bom diálogo, e isso é muito importante, é necessário que se tenha as informações para se possa discuti-las dentro de casa, é preciso ter o conhecimento a respeito para poder informar seus filhos. É necessário então que os pais procurem saber quais são as drogas mais utilizadas, o que são essas drogas, o que fazem, como fazem, seus perigos e etc. É importante saber informar também que o uso ocasional, além de ser o início de um processo de decadência, pode se tornar tão grave quanto um fundo de poço pois os riscos são claros, por exemplo: um cidadão embriagado pode provocar um acidente automobilístico fatal; uma balada regada a lança-perfume pode provocar súbitas paradas cardíacas e conseqüentemente algumas mortes !

É importante demonstrar aos filhos que se deve ter preocupação e respeito pelos outros, que se deve dar atenção a ajuda a pessoas carentes, mais necessitadas do que nós, reconhecer seus próprios erros. As atitudes valem mais do que as palavras, aquilo que fazemos terá muito mais poder de ficar gravado na memória dos nossos filhos do que aquilo que apenas falamos. É válido e muito proveitoso as reuniões entre os membros da família para se discutir eventos positivos e negativos para se comemorar acertos e corrigir eventuais erros, é importante que os filhos também tenham a oportunidade de expor suas idéias afinal de contas, eles também são gente e têm seu modo de pensar. A comunicação é indispensável mas não se pode esquecer que aquilo que se diz tem que ser aquilo que se faz.

Marco Chaddoud - site: Diga não às drogas