SER   DÍZIMISTA

01

O dízimo é o reconhecimento de que tudo pertence a DEUS. Contribuir com o dízimo é reconhecer que tudo o que somos e temos, tem um único dono: DEUS. Tudo, na verdade, pertence a ELE. Nós apenas administramos o que Dele Recebemos.

02

O dízimo é devolução e não pagamento. Contribuir com o dízimo, é devolver a DEUS uma pequena parte do muito que ele nos dá. A graça de Deus não tem preço. Nem todo o dinheiro do mundo pode comprá-la. Portanto, o Dízimo não é pagamento, mas sim devolução.

03

O dízimo é uma atitude de amor. Contribuir com o dízimo é uma atitude de amor, que brota do coração de quem sabe ser grato para com Deus. O dízimo perde a sua razão de ser, quando ofertado pôr medo, interesse ou superstição.

04

O dízimo é partilha que vence o egoísmo. Contribuir com o dízimo é abrir o coração e a vida, partilhando o que se tem, mesmo quando se tem pouco. Só que é generoso dá o dízimo. O egoísta não sabe ser grato e nem conhece o valor e a alegria da partilha.

05

Com o dízimo, ajudamos a Igreja a cumprir sua missão. Contribuir com o dízimo é participar da grande missão da Igreja, a evangelização. Quem oferta o dízimo com consciência e fé, torna-se evangelizador, mesmo que não possa ou não saiba anunciar a palavra de Deus. O próprio ato de contribuir com o dízimo, já é um ato evangelizador.

06

Pelo dízimo a comunidade celebra a vida e a fé. Contribuir com o dízimo é ajudar a manter e cuidar da Igreja, a casa de oração da comunidade, é com o dinheiro do dízimo que se compram as velas para o altar, os cálices, os cibórios, os livros e folhetos litúrgicos.

07

Pelo dízimo a comunidade se torna catequizadora. Contribuir com o dízimo é assumir o compromisso de instruir na fé as crianças, os adolescentes, os jovens e os adultos. Quem dá o dízimo, auxilia na compra de manuais de catequese, giz, livros de formação, etc. Uma comunidade dizimista é uma comunidade catequizadora.

08

Pelo dízimo os pobres são assistidos e promovidos. Contribuir com o dízimo é colocar-se à disposição dos mais pobres, vendo neles o próprio Jesus. Em cada comunidade, uma parte do dízimo é aplicada em favor dos mais carentes eles tem direito ao nosso amor e nossa solidariedade.

09

Pelo dízimo o cristão se sente co-responsável pela sua comunidade. Contribuir com o dízimo é sentir-se co-responsável pôr tudo o que diz respeito a Igreja. Formamos um só corpo e não podemos viver separados uns dos outros. É juntos que devemos assumir os encargos e responsabilidades de nossa comunidade.

10

O dízimo é uma fonte de bênçãos. Contribuir com o dízimo é ficar aberto a ação de Deus, que retribui a quem sabe ser justo e generoso. O dízimo é uma via de mão dupla. à medida que somos generosos, Deus também é generoso conosco. Só podemos receber, quando a porta do nosso coração se abre para dar.