DEZ CONSELHOS  PARA  EDUCAR  OS  FILHOS

Valorize o seu filho. Quando respeitado e estimado, o jovem progride e amadurece.

Acredite no seu filho.

Mesmo os jovens mais "difíceis" trazem bondade e generosidade no   coração.

Ame e respeite o seu filho. Mostre a ele, claramente, que você está ao seu lado,

olhe-o nos olhos. Nós é que pertencemos a nossos filhos, não eles a nós.

Elogie seu filho sempre que puder. Seja sincero: quem de nós não gosta de um elogio?

Compreenda seu filho. O mundo hoje é complicado, rude e competitivo.

Muda todo dia. Procure entender isto.

Quem sabe ele  está precisando de você, esperando apenas um toque seu.

Alegre-se com o seu filho. Tanto quanto nós, os jovens são atraídos por um sorriso;

a alegria e o bom humor  atraem os meninos como mel.

Aproxime-se de seu filho. Viva com o seu filho. Viva no meio dele.

Conheça seus amigos. Procure saber onde ele vai, com quem está.

Convide-o a trazer seus amigos para a sua casa. Participe amigavelmente de sua vida.

Seja coerente com o seu filho. Não temos o direito de exigir de nosso filho atitudes

que não  temos. Quem não é sério não pode exigir seriedade.

Quem não respeita, não pode exigir respeito. O nosso filho vê tudo isso muito bem,

talvez porque nos conheça mais do que nós a ele.

Prevenir é melhor do que castigar o seu filho.

Quem é feliz  não sente a necessidade de fazer o que não é direito.

O castigo magoa, a dor e o rancor ficam e separam você do seu filho.

Pense, duas, três, sete vezes, antes de castigar. Nunca com raiva. Nunca.

Reze com seu filho. No princípio pode parecer "estranho".

Mas a religião precisa ser alimentada.

Quem ama e respeita a Deus vai amar e respeitar o seu próximo.

                                 prof. Felipe Aquino - "Família, santuário da vida"