BEM-AVENTURANÇAS DO CASAMENTO

Bem-aventurado o casal que continua a demonstrar carinho e consideração um com o outros depois que a empolgação dos primeiros anos passou.

Bem-aventurado o casal que é educado e cortês um com o outro como eles são com seus amigos.

Bem-aventurados são aqueles que tem senso de humor, pois este atributo é um grande "amortecedor de choques".

Bem-aventurados são aqueles que amam seus companheiros mais do que qualquer outra pessoa no mundo e que cumprem com alegria seus votos de casamento com uma vida inteira de fidelidade e respeito mútuos.

Bem-aventurados são aqueles que alcançam a paternidade, pois os filhos são herança do Senhor.

Bem-aventurados os que se lembram de agradecer a Deus por sua comida antes de tomá-la, e que separam tempo para a leitura de Bíblia e oração diariamente.

Bem-aventurados os cônjuges que nunca levantam a voz para o outro e que fazem de seu lar um lugar onde palavras desencorajadoras são pouco ouvidas.

Bem-aventurado o casal que fielmente vai a igreja e que trabalha junto para a expansão do reino de Deus.

Bem-aventurado o marido e a esposa que sabem lidar com suas diferenças e se ajustam sem a interferência dos parentes.

Bem-aventurado é o casal que tem um completo entendimento das finanças e que conseguiu uma parceria perfeita onde todo o dinheiro está sob o controle dos dois.

Bem-aventurados são o esposo e a esposa que humildemente dedicam suas vidas e seu lar a Deus e que praticam seus ensinamentos sendo leais, amorosos e não egoístas.
                                                                    
L. R. Silvado

 

BEM-AVENTURANÇAS DO EXPOSITOR

Bem-aventurado o expositor que sabe como pregar.

Bem-aventurado o expositor que encurta suas introduções.

Bem-aventurado o expositor que modela sua voz, e nunca grita.

Bem-aventurado o expositor que sabe como e quando terminar.

Bem-aventurado o expositor que se inclui entre os ouvintes.

Bem-aventurado o expositor cujas palestras são articuladas e lógicas.

Bem-aventurado o expositor cujas palestras constituem uma unidade, têm propósito definido, sendo cada palavra bem pensada e meditada.

Bem-aventurado o expositor que raramente emprega o pronome eu.

Bem-aventurado o expositor que conhece, prega e pratica a Palavra de Deus.

Bem-aventurado o expositor que vive a mensagem que prega.

Bem-aventurado o expositor que é cristocêntrico.

Bem-aventurado o expositor que antes de se preocupar com a qualidade das palavras, se preocupa com o sentimento que irá passar.

 

BEM-AVENTURANÇAS DA ÁGUA

Felizes os que cuidam da água, porque deles é a Criação de Deus.

Felizes os que tem sede, porque terão sede-zero na justiça e solidariedade.

Felizes os que choram sua falta, porque a terão em abundância, para tomar banho, irrigar o solo e celebrar a vida.

Felizes os que lutam pelos direitos da água, e mobilizam a sociedade para democratizá-la e gerenciá-la, porque a vida fecunda do homem, da natureza, do globo, será sua recompensa.

Infelizes são os insensatos que estragam a água, poluindo-a, mercantilizando-a, porque estão aniquilando a fonte de vida.

Infelizes são os negligentes que desperdiçam a água, porque estão deixando escorregar, com desprezo, o sangue da criação que é o seu próprio sangue.

Infelizes são os que esnobam o estoque e propriedade das águas, porque os movimentos sociais os prenderão e os julgarão pelos seus crimes exemplarmente.

Infelizes são os perversos que realizam acordos imorais para o comercio privativo das águas, negociando com eles seus próprios interesses políticos e econômicos, porque ésta é a política corrupta que não garante futuro para ninguém.
                                                         
Lucho Torres Bedoya - biblista

 

BEM-AVENTURANÇAS DO  ANCIÃO

Bem-aventurados aqueles que compreendem os meus passos vacilantes e o tremor de minhas mãos.

Bem-aventurados os que parecem saber que meus olhos se tornaram fracos e meu pensamento cansado.

Bem-aventurados aqueles que percebem, o esforço de meus ouvidos para captar suas palavras.

Bem-aventurados aqueles que fingem não ver o café que derramei na mesa.

Bem-aventurados aqueles que se alegram com o meu sorriso e me deixam falar coisas sem importância.

Bem-aventurados os que nunca dizem: esta história o senhor hoje já me contou duas vezes.

Bem-aventurados os que fazem reviver em mim a recordação do passado.

Bem-aventurados aqueles que me fazem sentir afeto em vez de abandono.

Bem-aventurados aqueles que sabem orientar a conversa para as coisas do passado.

Bem-aventurados aqueles que compreendem como me esforço para carregar a cruz com paciência.

Bem-aventurados aqueles que amenizam com amabilidade e atenções minha caminhada para o céu.

BEM-AVENTURANÇAS E  PSICANÁLISE

Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Felizes aqueles que têm consciência de sua pobreza espiritual e que buscam humildemente aquilo que necessitam.

Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Os que choram se encontram envolvidos num processo de crescimento. Eles serão consolados quando o valor projetado, perdido, for recuperado no interior do psique.

Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra. Essa mansidão está relacionada ao Ego, que precisa ser trabalhado, essa atitude é afortunada, pois o ego está pronto para receber ensinamentos e aberto às novas considerações que podem levar a uma rica herança. Herdar a terra significa adquirir uma consciência em saber se relacionar ao todo ou de ter uma participação pessoal no todo.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Trata-se de um principio orientador interior, de caráter objetivo, que traz um sentimento de realizações do Ego que o busca com fome. A justiça de estar vivendo de acordo com a verdadeira e real necessidade interior.

Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Se o Ego é misericordioso, ele receberá misericórdia do íntimo.

Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. A pureza ou a limpeza podem significar um estado do Ego, livre da contaminação de conteúdo ou motivações do inconsciente. Aquele que é consciente é puro, porque é consciente de que seu erro abre uma porta para experimentar a sua própria essência.

Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados de filhos de Deus. O papel apropriado do Ego é mediar entre as partes oponentes aos conflitos intra-psíquicos internos.

Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. O Ego precisa suportar a dor e o sofrimento, sem sucumbir ao amargor e ao ressentimento, para relacionar-se à lei interna objetiva.
                                             
Carl Gustav Jung, psiquiatra
                                     
 foi muito feliz quando fez um paralelo entre os ensinamentos de Jesus e a psicologia.

BEM-AVENTURANÇAS E O  BUDISMO

Bem-aventurados os que sabem e cujo conhecimento é livre de ilusões e superstições.

Bem-aventurados os que dizem que sabem, de maneira bondosa, franca e verdadeira.

Bem-aventurados aqueles cuja conduta é tranqüila, honesta e pura.

Bem-aventurados os que ganham a vida de maneira que não traga mal ou perigo a qualquer vivente.

Bem-aventurados os tranqüilos, que se despojam da má vontade, orgulho e falsa convicção, substituindo-os por amor piedade e compreensão.

Bem-aventurados todos aqueles que dirijam os melhores esforços no sentido da preparação e domínio de si mesmos.

Bem-aventurados, além de todos os limites, quando por este meio, vos despojardes das limitações do egoísmo.

E bem-aventurados, finalmente, os que se extasiam em contemplar o que é profundo e verdadeiro sobre este mundo e nele a nossa vida.
                                                                  
Rodrigues, 1988, p.61

BEM-AVENTURANÇAS DO  EDUCADOR

Felizes os educadores que tomam consciência do conflito social em que estão metidos e nele tomam partido pelo projeto social dos empobrecidos porque assim contribuirão para a transformação da sociedade.

Infelizes os educadores que imaginam que a ação educativa é politicamente neutra porque acabam transformando a educação num instrumento de ocultação.

das contradições da realidade social e de reprodução da ideologia e das relações sociais vigentes.

Felizes os educadores que sabem articular o saber chamado científico com o saber popular porque ajudarão as classes populares a afirmar sua identidade cultural.

Infelizes os educadores que transmitem mecanicamente um saber elitista porque contribuem para reforçar a marginalização e a dominação cultural do povo.

A. Felizes os educadores que aprendem a dialogar com os educandos porque resgatam a comunicação pedagógica criadora no processo educativo.

Infelizes os educadores que impedem os educandos de dizerem sua palavra, porque estão reproduzindo a educação do colonizador.

Felizes os educadores que se tornam competentes em suas "disciplinas" ensinando a "desopacizar" ideologicamente seus conteúdos porque ajudarão os educandos a se apropriarem do saber como ferramenta de luta na defesa e afirmação de sua dignidade.

Infelizes os educadores que não se esforçam para ser criticamente competentes porque enfraquecerão mais ainda o poder cultural das classes oprimidas reforçando o autoritarismo cultural das classes dominantes.

Felizes os educadores que procuram se organizar para conquistar melhores salários e melhores condições de ensino porque estão ajudando a conquistar a educação a que o povo tem direito.

Infelizes os educadores que atuam isoladamente, buscando apenas seus próprios interesses porque deixarão de contribuir para a conquista de uma escola digna.

Felizes os educadores que iluminam sua prática com o sonho de um futuro novo em que as pessoas aprendam, através de novas relações sociais, as lições da justiça e da solidariedade.

Infelizes os educadores que não sonham porque não terão a coragem de se comprometer na luta criadora de uma nova sociedade a partir de sua prática educativa.

Felizes os educadores que aprendem a fazer da ação de cada dia a semente da nova sociedade.

Infelizes os educadores que pensam que as coisas novas só aparecerão no futuro porque não perceberão, nem farão perceber que o "novo" já está no meio de nós, brotando de nossas práticas transformadoras, solidárias com as lutas dos espoliados da terra.

José Ivan Pimenta Teófilo

BEM-AVENTURANÇAS DO  LÍDER

Bem-aventurado o líder que sabe aonde vai, por quê e como chegar.

Bem-aventurado o líder que não conhece o desânimo, nem se vale de pretextos.

Bem-aventurado o líder que guiar os demais, sem ser ditatorial.

Bem-aventurado o líder que trabalha pelo bem comum e não pela realização de suas idéias pessoais.

Bem-aventurado o líder que cria líderes enquanto trabalha.

Bem-aventurado o líder que sonha, mas tem os pés no chão.

Bem-aventurado o líder que considera sua vocação como uma oportunidade de servir aos demais.
                                                                           
Nelcy Viegas

BEM-AVENTURANÇAS  DO  SÉCULO  XXI

Bem-aventurados os trabalhadores que bendizem seu trabalho esses terão ocupação sempre.

Bem-aventurados os que tem sede de justiça divina, esses serão sempre saciados.

Bem-aventurados os que tem olhos para ver e ouvidos para ouvir, os que questionam, os que duvidam, os que perguntam, esses não serão enganados e não negarão a Deus.

Bem-aventurados os que não viram e acreditaram. Não ouviram mas aprenderam a lição. Não sentiram, mas trazem em seus corações a marca do amor.

Bem-aventurados os que crêem no amor de Deus por seus filhos, esses nunca se sentirão abandonados, tudo podem e tudo superam.

Bem-aventurados os que recebem o chamado ao trabalho na Seara do Amor e não se recusam, não colocam obstáculos: trabalham; esses encontrarão a paz. Bem-aventurados os que trabalham em favor do bem coletivo, seja em que área for, seja em que parte do Planeta for, seja de que religião for, esses verão a Deus.

Bem-aventurado é você, que luta, que cai e se levanta, sofre e ama, sonha e realiza, chora e ri, estende a mão e apóia, que vive cada dia como se fosse o seu dia especial.

Bem-aventurado você que entendeu que é necessário lutar sempre para amar-se, que aprendeu a repartir e tem consciência do seu papel no universo. Você será feliz!

Eu te desejo nesse dia a luz do Pai mais amoroso do universo, daquele que nunca nos abandona, daquele que nos chama todos os dias para a Vida plena. Vida de Paz, amor, verdade, ação correta e não-violência.

BEM-AVENTURANÇAS  DO  POLÍTICO

Bem-aventurado o político que tem consciência do próprio papel.

Bem-aventurado o político de quem se respeita a honorabilidade.

Bem-aventurado o político que trabalha para o bem comum e não para o próprio bem.

Bem-aventurado o político que se considera fielmente coerente e respeita as propostas eleitorais.

Bem-aventurado o político que constrói a unidade.

Bem-aventurado o político que sabe escutar o povo antes, durante e depois das eleições.

Bem-aventurado o político que não tem medo, sobretudo da verdade.

François Xavier Nguyên Van Thuân
cardeal-presidente do Pontifício Conselho da Justiça e da Paz

BEM-AVENTURANÇAS  DO  LAR  CRISTÃO

Bem-aventurada a casa onde se ora, porque nela estará o Senhor.

Bem-aventurada a casa onde a Bíblia é aberta e lida todos os dias, porque todos serão sábios.

Bem-aventurada a casa onde não entram as blasfêmias, as más conversas, nem livros e jornais inconvenientes, porque será cumulada de bênção e paz.

Bem-aventurada a casa onde o domingo é santificado, porque os seus habitantes se encontrarão no descanso eterno.

Bem-aventurado o lar onde as crianças recebem cedo o batismo, porque nele crescerão os cidadãos dos céus.

Bem-aventurado o lar que recebe a visita do pastor nos dias de enfermidade e dor, porque ali todos serão consolados.

Bem-aventurado o lar onde há o testemunho cristão, porque ele será farol a alumiar o caminho da salvação a muitos.

Bem-aventurada a casa onde todos trabalham com alegria e devotamente, porque ali se alegrará o Senhor.

Bem-aventurado o lar que sabe ser hospitaleiro, porque, sem o saber, receberá anjos.

Bem-aventurado o lar onde os pais têm a alegria de possuir filhos afetuosos e obedientes, e onde os filhos encontram nos pais o exemplo do temor de Deus, porque ali será um ninho de virtudes e um tabernáculo de Salvação.

www.ejesus.com.br