NOMES PRÓPRIOS NA BÍBLIA

As transcrições corriqueiras dos nomes bíblicos em português afastam-se muito da forma original. Em vista do caráter científico da presente obra, adotamos na Bíblia hebraica uma grafia "hebraizante". Na Bíblia grega (= deuterocanônicos e Novo Testamento), usamos as tradicionalmente conhecidas formas "grecizantes", que deram origem, via traduções latinas, às formas em voga entre nós.

Acentuação:

o acento tônico segue os textos originais e é indicado conforme as regras da ortografia portuguesa.

Sinais inusitados:

h (het) (pronunciar como o ch alemão ou o r inicial nordestino)

k (kaf) (duro ou aspirado, conforme o caso)

sh (shin) (mais brando que o ch português)

s (sade) (pronunciar como ts)

q diante de e e i não adota o u "latino".

O NOME DE DEUS

Conforme o costume judaico, o nome próprio de Deus no AT, YHWH, não é pronunciado. Substituimo-lo por (o) Senhor, onde o judaísmo pronuncia Adonai (= "o Senhor" em hebraico). O nome de Deus é expresso de diversas maneiras, traduzidas como segue:

YHWH = O Senhor

Elohim = Deus

Adonai YHWH =o Senhor Deus

YHWH Elohim = o Senhor Deus

YHWH Sabaot = o Senhor de todo poder

Shadai = o Poderoso

EQUIVALÊNCIAS

As equivalências aqui listadas concernem a:

1) nomes de pessoas ou lugares muito conhecidos, para os quais adotamos, mesmo na Bíblia hebraica, a forma grecizada;

2) nomes que ocorrem na Bíblia hebraica em grafia hebraizante e na Bíblia grega em forma grecizada (Deuterocanônicos e NT).

Observação:

1) A lista não pretende ser exaustiva

2) Muitas vezes ocorre na Bíblia hebraica a forma grecizada (para pessoas ou lugares de renome) ao lado da forma hebraizante (para os menos conhecidos).