IRMÃO  EM  ARAMAICO

Há uma discussão entre católicos e protestantes em torno dos "irmãos de Jesus". Essa expressão ocorre várias vezes nos Evangelhos. Os protestantes, apoiando-se na sua própria tradição, explicam essa expressão ao pé da letra e dizem: " Maria teve mais filhos. Ela não é virgem".

De fato, são Marcos diz que os irmãos de Jesus eram quatro e ele dá os nomes: "Tiago, Joset, Judas e Simão" (Mc. 6,3).  Ele ainda fala em" irmãs de Jesus". Assim, junto com Jesus seriam, no mínimo sete irmãos, todos filhos de José e de Maria . Os católicos, apoiando-se na sua própria tradição, já muito antiga, dizem que Nossa Senhora só teve um único filho, Jesus e que ela permaneceu virgem até o fim da vida. Eles também têm seus argumentos. Dizem que não se pode explicar ao pé da letra as expressões "irmãos de Jesus", pois na língua de Jesus, a palavra Irmão era muito elástica. Lá dentro cabia muita gente, não só os irmãos, filhos dos mesmos pais, mas também os primos e outros parentes. Era mais ou menos como a palavra primo, hoje, no Brasil. É também uma palavra muito elástica que não pode ser tomada ao pé da letra, por exemplo, um fulano chega perto de você e diz: Aquele lá é um primo meu". Você toma a palavra primo ao pé da letra e pergunta: "Então, é filho de um irmão de seu pai ou de sua mãe?" Ele responde: "Que nada! É filho do irmão de um tio de meu avô!" . Realmente, no Brasil, a gente não pode tomar ao pé da letra a palavra primo.

A mesma coisa vale para a palavra irmão na língua de Jesus. Se você fosse perguntar a são Marcos: " Então, aqueles quatro irmãos de Jesus são todos filhos de José e de Maria?". Ele responderia: Que nada! São filhos de uma prima ou irmã da mãe de Jesus! " De fato, o mesmo Marcos diz de Tiago que ele é irmão de Jesus (Mc 6,3), e filho de uma outra Maria (Mc. 16,1). São Mateus diz claramente que se tratava de uma outra Maria" (Mt 28,1). Fala-se muito deste Tiago, irmão do Senhor" (GI. 1,19), porque ocupava cargos de importância na Igreja dos primeiros cristãos. Assim aquelas pessoas ditas irmãos ou irmãs de Jesus. eram primos e primas. Aliás, se Jesus tivesse tido mais irmãos e irmãs, será que na hora de morrer na cruz, iria entregar sua mãe ao apóstolo João que era um estranho e não pertencia à família (Jo 19,27)? Será que estes irmãos, sobretudo, essas irmãs, iriam permitir uma coisa assim?

De qualquer maneira, tanto os católicos como os protestantes, ambos tem seus argumentos, mas não convém brigar por causa disto nem convém gastar muito tempo nestas discussões, pois um não vai conseguir convencer o outro. Cada um ficará com a sua convicção que, no fundo, não depende dos argumentos, mas sim do amor. O importante mesmo é imitar o exemplo de Maria.

EXPLICANDO A PALAVRA IRMÃO NA LÍNGUA DE JESUS

1) "Disse Abraão a Ló: Peço-te que não haja brigas entre mim e ti, nem entre nossos pastores, pois somos irmãos" (Gn. 13,8). Ora, a Bíblia nos fala que Ló era filho de Arão, e Arão era irmão de Abraão (Gn. 11,27 - 28). Vejam só: Abraão era tio de Ló e chama Ló de irmão.

2) "Eleasar morreu e não deixou filhos, mas filhas e estas casaram-se com os filhos de Cis seus irmãos"(1 Cr. 23,22). Eleasar e Cis eram filhos de Mooli (1 Cr. 23,21). Logo os filhos de Cis eram primos primeiros das filhas de Eleasar. E a Bíblia falou que os filhos de Cis eram "irmãos" das filhas de Eleasar.

OS CHAMADOS IRMÃOS DE JESUS O QUE ERAM?

Os chamados irmãos de Jesus (Tiago, José, Judas e Simão) são primos.

Descrevendo a cena do calvário são João fala que lá estavam, junto da cruz de Jesus, sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena (Jo. 19,25).

Descrevendo a mesma cena, são Mateus e são Marcos falam que esta outra Maria era mãe de Tiago, o menor e de José (Mt. 27,56 e Mc. 15,40)

Vimos então, que Tiago e José chamados por Marcos de irmãos de Jesus eram filhos da outra Maria, a mulher de Cléofas ou Alfeu.

Esta outra Maria era "irmã " ou prima de Nossa Senhora como disse são João.

Logo, Tiago e José eram primos - primeiros ou primos -segundos  de Jesus. Judas, outro irmão" de Jesus é apontado como irmão de Tiago (Lc. 6,16) e ele mesmo, na sua Epístola, fala que é irmão de Tiago (Jd. 1).

Logo, ele é também primo de Jesus, o mesmo acontecendo com Simão.