Quem  são  os  santos  arcanjos?

A Igreja conhece o nome de três arcanjos, e a liturgia celebra no dia 29 de setembro a festa a eles: Miguel, Gabriel e Rafael, e lembra ao mesmo tempo todos os coros angélicos: anjos, arcanjos, tronos, querubins, serafins, tronos, virtudes, potestades e poderes. Na Festa dos santos Arcanjos, a Igreja assim vê a glória de Deus manifestada em seus anjos: Pai Santo, Deus eterno e todo poderoso, é a Vós que glorificamos ao louvarmos os anjos que criastes e que foram dignos do vosso amor. A admiração que eles merecem nos mostra como sois grande e como deveis ser amado acima de todas as criaturas. Pelo Cristo, vosso Filho e Senhor nosso, louvam os anjos a vossa glória, as dominações vos adoram, e, reverentes, vos servem potestades e virtudes. Concedei-nos também a nós associar-nos à multidão dos querubins e serafins, cantando a uma só voz... (Prefácio). São Miguel era o antigo padroeiro da sinagoga judaica, agora é o padroeiro da Igreja universal; são Gabriel (Deus curou) é o Anjo da Encarnação e talvez o da Agonia de Jesus no jardim das oliveiras; Rafael é guia de Tobias e dos viajantes. São Miguel, de modo especial foi cultuado desde os primeiros séculos do cristianismo. No Apocalípse são Miguel e seus anjos são mostrados como defensores do povo de Deus. Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate, mas não prevaleceram. (Ap. 12, 7). Vi, então, descer do céu um anjo, que tinha na mão a chave do abismo e uma grande algema. Ele apanhou o Dragão, a primitiva Serpente, que é o demônio e satanás, e o acorrentou por mil anos. Atirou o no abismo, que fechou e selou por cima, até que se completasse mil anos, para que já não seduzisse as nações (Ap 20,1). O imperador Constantino, no século IV, erigiu a São Miguel Arcanjo um santuário em Constantinopla às margens do rio Bósforo, no lado europeu, enquanto o imperador Justiniano construiu-lhe um outro santuário na outra margem do mesmo rio. A data de 29 de setembro foi a de consagração da igreja dedicada a São Miguel, no século V, a seis milhas da via Salária. Em Roma foi dedicado a São Miguel o célebre mausoléu do imperador Adriano, agora conhecido com o nome de Castelo de Santo Ângelo. A São Miguel é dedicado também o antigo santuário do século VI, no monte Galgano, na Puglia, onde domina o mar Adriático que banha o lado oriental da Itália. Nas proximidades desta igreja, os longobardos venceram o encontro naval contra os serracenos e a vitória foi atribuída a uma aparição de São Miguel, o que deu origem a uma Segunda festa ao Arcanjo, depois transferida para 29 de setembro. São Gabriel, aquele que está diante de Deus, é o anunciador por excelência das revelações divinas. É ele que explica ao profeta Daniel como se dará a plena restauração, da volta do exílio ao advento do Messias. É ele que anuncia a Maria o nascimento de Jesus, é ele que anuncia também o nascimento do Precursor de Jesus, João Batista. Ele é muito estimado mesmo junto aos maometanos.

Felipe Aquino